Produção de Algodão Agroecologico assessorada pela ARRIBAÇÃ será vendida como fio em 2021.

  Grande feito para a produção de algodão agroecológico da ACEPAC no Cariri Paraibano.


A partir das articulações realizadas no âmbito do projeto Algodão em Consórcios Agroecológico, executado no estado da Paraíba pela ACEPAC, DIACONIA, ARRIBAÇÃ e CEOP. A produção de algodão agroecológico da safra 2021 da ACEPAC foi enviada para o SENAI em João Pessoa para ser fiada. Isso mesmo, os agricultores e agricultoras do Cariri Paraibano estão comercializando Algodão em fio. 

Os representantes do Projeto Erickson (DIACONIA), Almir (ARRIBAÇÃ) e Aguinaldo (ACEPAC) estiveram reunidos na sede do SENAI, em João Pessoa-PB, para fazer a entrega simbólica da produção de algodão agroecológico da ACEPAC da safra 2021 e conhecer os processos que irão transformar o algodão agroecológico em fio.

Esse feito é uma grande conquista para a agricultura familiar orgânica, tendo em vista o valor agregado ao produto dos agricultores e agricultoras. Essa vitória está sendo celebrada por todos e todas que estão nessa caminhada fortalecendo a agricultura familiar e fazendo agroecologia.

 

Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos – É uma iniciativa coordenada por Diaconia, em parceria estratégica com a Universidade Federal de Sergipe (UFS, Campus Sertão – Nossa Senhora da Glória/SE). O Projeto conta com o apoio financeiro da Laudes Foundation, da  Inter-American Foundation (IAF) e do FIDA/AKSAAM/UFV/IPPDS/FUNARBE. O Projeto ainda é parceiro com o Projeto + Algodão – FAO/MRE-ABC/Governo do Paraguai/IBA. Para a execução do Projeto nos territórios, a Diaconia estabeleceu parcerias com ONGs locais com experiência em Agroecologia que serão responsáveis pelo assessoramento técnico para fortalecer os Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade Orgânico (OPACs) e a produção agroecológica. No Sertão do Piauí, a Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato desenvolve as atividades na Serra da Capivara. No Sertão do Cariri, na Paraíba, o trabalho está sendo realizado pela Arribaçã. No Sertão do Araripe, em Pernambuco, as ONGS CAATINGA e Chapada assumiram conjuntamente as ações do Projeto. As atividades no Alto Sertão de Alagoas e no Alto Sertão de Sergipe estão a cargo do Instituto Palmas e do Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC), respectivamente. No Sertão do Pajeú (PE) e no Oeste Potiguar (RN), territórios onde a Diaconia já mantém escritórios e atividades, ela mesma se encarrega da implementação das ações locais do Projeto.

0 Comentários

Mais recentes