Arribaçã acompanha o beneficiamento do Algodão Agroecológico no Cariri Paraibano

Após a colheita, os agricultores produtores de algodão agroecológico levam sua produção para beneficiar nas usinas descaroçadeiras localizadas nos municípios de Prata, Monteiro e Taperoá-PB.

Após a colheita do algodão, os agricultores produtores assessorados pela Arribaçã, levam sua produção para realizar o beneficiamento nas usinas descaroçadeiras que estão localizadas nos município de Prata, Monteiro e Taperoá-PB. As máquinas utilizadas nesse processo foram adquiridas através das ações do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos, desenvolvido pela Diaconia e parceiros e executado pela a Arribaçã e ACEPAC no Cariri.

O planejamento da produção e todo apoio recebido pelos parceiros possibilitam aos agricultores resultados muito importantes como a comercialização da safra a um preço justo.

Desde o ano de 2018 a Arribaçã assessora esse processo que a cada ano tem mais pessoas dispostas a produzir de forma agroecológica, mantendo a disseminação do conhecimento e a dignidade de homens e mulheres do Cariri paraibano.









0 Comentários

Mais recentes